terça-feira, 29 de janeiro de 2013

UM COMANDO


 

 
Eu sou aquilo que os outros não quiseram ser
Estive onde ou outros temeram ir
E fiz o que os outros não fizeram
Não perguntei nada daqueles que nada me deram
e relutantemente aceitei ....
aquele pensamento de eterna solidão..... irei falhar
Eu vi a face do terror .....
Senti o toque frio do medo ......
E apreciei o doce gosto de um momento de amor
Eu sofri de dor e esperança ....
Mas acima de tudo vivi momentos
Que outros diriam ser melhor esquecer
Mas pelo menos eu posso dizer
Que estou orgulhoso daquilo que sou
 Um COMANDO
 
Silvério Falcão
 



 

 

 

Sem comentários:

Publicar um comentário