sexta-feira, 18 de janeiro de 2013

As barbas

Na época eu usava barbas, causado por um problema de pele.


Capitão Robles passou por mim, e disse-me - que raio de barba é essa!

Vaz - Meu capitão, tenho um problema de pele e estou dispensado de fazer a barba.

Capitão Robles - Quem autorizou?

Vaz - O médico da unidade

Capitão Robles - Vem comigo à enfermaria

Vaz - Certamente, meu capitão

Capitão Robles - (na enfermaria) Onde está o Drº. (já não me lembro o nome do médico)

Médico - Estou aqui

Capitão Robles - Deu dispensa de fazer a barba ao Vaz!

Médico - Dei meu capitão. Necessita da pele em descanso por algum tempo.

Capitão Robles - (dirigindo-se ao médico) - Marque uma consulta no hospital militar, porque o que ele tem é "ronha".

O médico lá preencheu a papelada para eu ir ao hospital militar, e eu fui.

Regressei do hospital militar com a consulta efetuada, e com dispensa de fazer a barba por período ainda superior ao que o médico da unidade tinha passado.

Fui ter com o Capitão Robles, apresentei-lhe a documento do hospital militar e disse-lhe:

Como vê meu capitão, não é "ronha". Trago uma dispensa com período ainda superior.

Ele leu, olhou para mim e disse:

Tens autorização para uzar o cabelo grande?

Vaz - Desculpe meu capitão, mas eu não tenho o cabelo grande.

Tanto é, que quem passou revista à parada hoje de manhã foi o meu capitão (ele tinha estado de oficial de dia).

Capitão Robles - Então eu estava distraído. Vais cortar o cabelo à máquina 0.

Para que não ficasse por aí, foi comigo à barbearia, e dirigindo-se ao Isidro (barbeiro), disse-lhe:

Vais cortar o cabelo ao Vaz à máquina 0. Se lhe metereres pente no meio, eu venho cá e sou eu que te corto o cabelo a ti.

Perante isto, o Isidro, com muita pena lá teve de mar a respetica carecada.
  António Vaz da Silva

1 comentário:

  1. mesmo, estou no ctc agora e nao me dao detalhe de barba

    ResponderEliminar